Anistia denuncia detenções arbitrárias e “tortura” contra prisioneiros sírios no Líbano

Beirute, 23 Mar 2021 (AFP) – A Amnistia Internacional denunciou nesta segunda-feira (22) detenções arbitrárias e “atos de tortura” no Líbano contra cerca de vinte refugiados sírios, alguns deles menores de idade, e criticou o uso de “tratamento cruel e discriminatório”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *