Apesar de apelo de parlamentares, Gilmar mantém votação sobre cultos no STF

Mesmo depois de o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, ter recebido um apelo de um grupo de parlamentares para adiar o julgamento sobre realização de cultos religiosos durante a pandemia, fontes do STF afirmam que não deve haver adiamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *