Auxílio emergencial pode afetar desempenho do comércio na Bolsa? Entenda

A nova rodada do auxílio emergencial, que começou a ser distribuída em abril, aumentou a expectativa dos investidores sobre o desempenho das empresas de comércio de bens e serviços na Bolsa de Valores. Dos quase R$ 45 bilhões destinados ao programa, R$ 12,75 bilhões serão gastos no setor, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *