Ex-CEO da Braskem se declara culpado em caso de suborno de US$ 250 milhões

O ex-presidente da Braskem, maior empresa petroquímica do Brasil, se declarou culpado em um esquema de suborno de US$ 250. Conforme mostrou a matéria da Bloomberg, os Estados Unidos afirmam que o caso envolve, também, a controladora da Braskem, a Odebrecht SA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *