Pesquisadora relata intimidações por estudo com agrotóxicos e sairá do país

“Completei 49 anos na última semana, 31 dos quais vividos no Departamento de Geografia”, começa a carta aberta escrita pela pesquisadora da USP (Universidade de São Paulo) Larissa Mies Bombardi. Em um desabafo de sete páginas, ela conta que decidiu sair do Brasil devido a intimidações por suas pesquisas envolvendo agrotóxicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *