Quem usou “remédio preventivo” teve mais covid no AM, diz modelo matemático

Uma pesquisa feita com moradores de Manaus revela como a covid-19 foi mais frequente em pessoas que tomaram remédios na esperança de não contrair o coronavírus. No grupo que usou alguma medicação com o intuito de prevenir a doença, a prevalência da covid-19 foi de 38,6%, contra 25,9% no grupo que não tomou nenhum medicamento com esse objetivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *