Sem medidas adicionais, governo vê volta a superávit primário entre 2026 e 2027

O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, reafirmou hoje que as contas públicas devem voltar ao azul apenas entre 2026 e 2027. A projeção desconsidera eventuais medidas adicionais que podem ser adotadas pelo governo para melhorar a situação das finanças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *