Ex-alto funcionário maltês é acusado de corrupção em caso conectado a assassinato de jornalista

Valetta, 20 Mar 2021 (AFP) – Keith Schembri, que foi chefe de gabinete de Joseph Muscat, ex-primeiro-ministro de Malta, foi acusado neste sábado (20) de lavagem de dinheiro, corrupção, fraude e falsificação, em um caso que tem ligações com o assassinato de uma jornalista em 2017 que indignou o país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *